MODELO DE PLANO DE PARTO

O plano de parto é um documento onde a gestante manifesta seus desejos e expectativas em relação ao parto. É importante que cada mulher elabore o seu plano de parto durante a gestação, principalmente se o parto for ocorrer no SUS ou com o plantão, ou seja, com uma equipe que ela não conhece. 

No momento da dor do trabalho de parto, a parturiente pode não ter condições de brigar pelos seus direitos e desejos, por isso, um documento escrito entregue na internação pode ajudar neste aspecto.

Abaixo trago um modelo de plano de parto, que deve ser avaliado e adaptado conforme o desejo de cada mulher. Sempre discuta seu plano de parto com a equipe que vai te acompanhar, pois suas expectativas precisam estar alinhadas com a forma de trabalho da equipe e respeitar a segurança do binômio materno-fetal. Se algum item do plano de parto pode comprometer esta segurança, ele precisa ser revisto. Se algo que você deseja não faz parte do modo de trabalho da equipe, pode ser necessário procurar outra equipe. Por isso, faça tudo com certa antecedência, para evitar frustrações na hora do parto. 

Modelo de Plano de Parto

  • Nome da Paciente: 

  • Nome do Pai do bebê:  

  • Nome do bebê:  

  • Data Prevista do Parto:

EQUIPE DO PARTO

Assinale quais profissionais você levará (e seus respectivos nomes) e quais usará o plantonista.

Médico(a) Obstetra: (   ) SIM Nome: _____________  (    ) Plantão

Obstetriz/ Enfermeira Obstetra:  (    ) Não      (     ) Sim  Nome:____________

Fisioterapeuta:  (    ) Não    (    ) Sim Nome: ____________________________

Doula: (    ) Não    (    ) Sim Nome _____________________________________

Fotógrafo:  (    ) Não   (     ) Sim Nome _________________________________

Anestesista:  (    ) Plantão  (    ) Sim  Nome do médico ou equipe: _________

Pediatra: (    ) Plantão   (     ) SIM Nome ________________________________

TRABALHO DE PARTO:

  • Desejo ter meu marido e minha doula comigo em tempo integral.

  • Não desejo que seja realizada tricotomia contra a minha vontade (obs: se possível, é melhor remover ou aparar os pelos alguns dias antes)

  • Não desejo que seja feito enema (lavagem intestinal) 

  • Não desejo perfusão contínua de soro e/ou ocitocina – apenas se ocorrer distócia do trabalho de parto, com contrações inadequadas ou se for preciso induzir o parto

  • Quero ter liberdade para beber água, sucos e comidas leves enquanto seja tolerado 

  • Quero ter liberdade para caminhar e escolher a posição que quiser ficar 

  • Quero ter liberdade para o uso ilimitado da banheira e/ou chuveiro 

  • Monitoramento fetal: sempre que necessário, de acordo com diretrizes médicas e não contínuo, cardiotocografia quando necessário 

  • Analgesia: quando eu achar necessário, desde que em fase ativa do trabalho de parto.  

  • Não desejo rompimento artificial de bolsa, a não ser que a evolução do trabalho de parto seja inadequada 

  • Desejo tirar fotos durante o trabalho de parto e parto 

  • Desejo filmar o trabalho de parto e o nascimento do bebê (a filmagem do procedimento cirúrgico só é permitida mediante autorização escrita dos médicos obstetras) 

 

 

PARTO:

  • Desejo escolher a posição do parto

  • Quero poder fazer força só durante as contrações ou quando sentir vontade, em um ambiente calmo, poder escolher música, diminuir a iluminação, temperatura do ambiente

  • NÃO quero que seja realizada manobra de Kristeller (quando a barriga é empurrada para baixo) 

  • Episiotomia NÃO será realizada; só se for realmente necessário, como por exemplo no caso de uso de fórceps, para evitar lesões do esfincter anal e intestino ou no caso de sofrimento fetal. Quero ser comunicada antes, caso ocorra alguma dessas situações

  • Se estiver tudo bem com o bebê, quero que seja colocado imediatamente no meu colo após o parto com liberdade para amamentar 

  •  Se o pai desejar, poderá cortar o cordão após o mesmo ter parado de pulsar ou após pelo menos 1 minuto (desde que não haja necessidade de intervenção imediata do pediatra) 

 

No caso da necessidade de se realizar uma CESÁREA: 

- procedimento será realizado com as mãos e braços livres 

- campo de visão livre  

- se estiver tudo bem com o bebê, será colocado imediatamente no meu colo, mesmo que não finalizado o procedimento cirúrgico 

 

 

Após o parto normal:  

  • expulsão espontânea da placenta, sem manobras, tração ou massagens (desde que eliminada dentro de 30 minutos após o nascimento) 

  • Se possível ter auxílio da amamentação.  

  • ter o bebê na sala tempo todo  

  • liberação para o apartamento o quanto antes junto com o bebê 

  • alta hospitalar o quanto antes 

 

Cuidados com o bebê: 

  • NÃO utilização do colírio nitrato de prata / antibiótico oftalmológico / Crede - apresentar os exames necessários para a dispensa do colírio 

  • NÃO realização de aspiração das vias aéreas e gástricas, a não ser que o pediatra indique ser realmente necessária 

  • NÃO realização de sondagem anal 

  • NÃO oferta de leite artificial ou soro glicosado 

  • Administração de vacinas e vitamina K estão liberadas 

  • Banho após 24h

 

 

 

Nome legível da paciente: _________________________    Data ___/___/____ 

Assinatura: _____________________________________ 

 

_______________________________________________ 

Dra Helena Proni Fonseca Saú