top of page

E se eu te disser que parto humanizado não precisa ser em casa, nem na banheira?

Se você está prestes a iniciar a jornada incrível da maternidade, é fundamental estar bem informada sobre as opções disponíveis para tornar esse momento único e especial. Muitas pessoas têm a ideia de que o parto humanizado é uma via de parto e não uma forma de atendimento, acreditando que esse modelo implica em necessariamente ter o parto normal a qualquer custo ou até em ter o parto fora do ambiente hospitalar.



Mas então, o Que é o Parto Humanizado?


O parto humanizado não é uma via de parto. Ele é um modelo que visa empoderar e respeitar a mulher, independente se o nascimento ocorrer dentro ou fora do hospital e se terminar em um parto normal ou cesariana. Ele abraça a ideia de que cada gestação e nascimento são únicos, respeitando as escolhas e desejos da mulher. Este modelo coloca a gestante no centro do processo, empoderando-a para tomar decisões informadas sobre o seu parto, desde a escolha da posição até a possibilidade de métodos não farmacológicos de alívio da dor.


Princípios do Parto Humanizado:

  1. Respeito à Autonomia: A gestante é incentivada a expressar suas preferências, necessidades e desejos, garantindo que sua voz seja ouvida e respeitada.

  2. Ambiente Acolhedor: Criar um ambiente tranquilo e respeitoso, muitas vezes com a presença de pessoas significativas escolhidas pela gestante, contribuindo para uma atmosfera de apoio emocional.

  3. Minimização de Intervenções: O parto humanizado busca limitar intervenções médicas desnecessárias, priorizando o desenvolvimento natural do trabalho de parto.

  4. Contato Pele a Pele: Incentiva-se o contato imediato entre mãe e bebê após o nascimento, favorecendo o vínculo afetivo e a amamentação precoce.




Os profissionais que trabalham com humanização do parto quase sempre recomendam o parto normal como via de escolha para o nascimento (respeitadas as contra-indicações, claro), pois acreditam que devemos seguir as evidências científicas atuais, que demonstram que essa via é a mais segura para mãe e bebê na maioria dos casos. Porém, isso não significa que uma cesariana, seja por indicação médica, seja por desejo materno, não possa ser humanizada. Todos os princípios expostos acima podem ser seguidos tanto no parto normal, quanto na cesariana e tanto no ambiente hospitalar como no extra-hospitalar, basta que todos os envolvidos (família, equipe e hospital) estejam comprometidos com esse propósito.


Os Benefícios do Parto Humanizado:

  1. Experiência Positiva: O parto humanizado visa proporcionar uma experiência mais positiva, contribuindo para o bem-estar emocional da mãe.

  2. Recuperação Mais Rápida: Com menos intervenções médicas, muitas mulheres experimentam uma recuperação mais rápida após o parto.

  3. Fortalecimento do Vínculo Familiar: A participação ativa do parceiro e a presença contínua da mãe durante o trabalho de parto fortalecem os laços familiares.

Lembre-se, cada gestação é única, e o parto humanizado oferece a flexibilidade e respeito que você merece durante esse momento especial.

Eu, particularmente, defendo que todo parto deve ser humanizado (não trabalho de outra forma, senão essa), pois o contrário fortaleceria ambientes e situações de violência obstétrica, além de intervenções desnecessárias, que podem gerar riscos e desconforto.

Escolher o parto humanizado é escolher a celebração da vida, o empoderamento da mulher e o fortalecimento dos laços familiares, sempre pensando na segurança do binômio materno-fetal. Estamos aqui para apoiar e orientar você nessa jornada emocionante. Seja bem-vinda ao mundo do parto humanizado!

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page